5 livros de TI para revolucionar sua carreira

Em Carreira, Gestão Ágil por Jonathan Maia

Sim, meus amigos e amigas, a leitura é um dos meus hobbies favoritos.

Confesso que até o ano de 2014 eu estive um pouco enferrujado, mas em 2015 comprei um leitor digital (Kindle Paperwhite) e retomei o hábito com força total.

Desde 2015, já vão quase 60 livros finalizados e a lista de desejos só aumenta. Embora eu já lesse bastante em papel, o Kindle revolucionou meu padrão de leitura por alguns motivos:

  • Posso ler deitado na cama (ou na boa e velha rede) antes de dormir;
  • Minha mão não cansa (esses leitores digitais são muito leves);
  • A tecnologia de tinta eletrônica realmente causa pouquíssima fadiga visual;
  • Consigo ler em ambientes sem iluminação (a iluminação própria do paperwhite é ótima);
  • Posso levar todos meus livros em um único dispositivo pequeno e leve (para esperar em filas, aeroportos ou consultas médicas é uma maravilha).
Praticidade é tudo!

Praticidade é tudo!

Desses quase 60 livros finalizados, gostaria de destacar os 5 livros de TI que mais me impactaram, profissionalmente e pessoalmente, e que recomendo para meus amigos e colegas de profissão.

Embora eu ame codificar, não incluí na lista livros sobre tecnologias específicas (linguagens de programação, bibliotecas, APIs): elas mudam muito rápido e os manuais das próprias ferramentas, em geral, são as melhores fontes de consulta.

Se você consegue ler em inglês, vou deixar também o link para a versão original dos livros. É só clicar nas imagens.

A startup enxuta (The lean startup) – Eric Ries – 2011

O livro mais antigo dessa lista foi publicado em 2011 (apenas 6 anos atrás) e já é uma leitura obrigatória para as equipes de Startups.

Mas Jonathan, não quero trabalhar em uma Startup. Essa foi minha maior surpresa: o livro está recheado de boas práticas que podem ser utilizadas nos mais diversos ambientes organizacionais, inclusive nos mais tradicionais.

A gestão de produtos de tecnologia é o cerne da nossa profissão e várias das técnicas apresentadas pelo Eric Ries são perfeitamente aplicáveis em empresas privadas e em órgãos públicos.

Um dos conceitos que me chamou a atenção foi o de Intrapreneurship: por que não inovar dentro da nossa própria organização?

Essa ideia realmente me impactou: posso inovar, mesmo no serviço púbico, e buscar oferecer aos usuários dos sistemas os recursos de mais alto valor, em intervalos de liberação curtos e adiantando o feedback com produtos mínimos viáveis. Tudo a ver com a gestão ágil de projetos.

Em uma Startup, um ponto fundamental é descobrir o produto certo e disponibilizá-lo o mais rápido possível. Criar algo que ninguém deseja dentro do orçamento e do prazo, definitivamente, não é um objetivo. Nesse aspecto, é essencial descobrir as hipóteses de valor e crescimento de uma Startup:

  • Hipótese de valor: o produto realmente oferece valor aos usuários? Porque? O que o leva a acreditar nisso?
  • Hipótese de crescimento: como você supõe que seus novos usuários ou clientes descobrirão seu produto? Como ele crescerá?

O livro também aborda o Ciclo Construir -> Medir -> Aprender, introduzindo o conceito de aprendizagem validada. A medida que construímos nossos produtos, devemos fazer medições objetivas e experimentos para aprender com eles na prática, através do empirismo (com a mão na massa). Utilizo alguns dos conceitos de aprendizagem validada aqui no próprio Blog Eu na TI.

  • Quando mudar de direção (Pivotar) ou perseverar em determinado caminho ?
  • Não é ruim disponibilizar um produto ainda incompleto ou com problemas ?
  • Não vão roubar minhas ideias ?
  • Como testar se as novas funcionalidades disponibilizadas estão dando resultados ?

Esses são alguns dos temas abordados pelo Eric Ries no livro, que em essência nos mostra como utilizar o método científico (aquele utilizado nas pesquisas) para desenvolver nossos produtos de TI.

Se você quer desenvolver o próximo Google, essa é uma leitura obrigatória.

Scrum A arte de fazer o dobro de trabalho na metade do Tempo (Scrum The art of doing twice the work in half the time)  – Jeff Sutherland – 2014

Esse é um dos meus livros favoritos. Embora o título dê aquela aparência de novela mexicana sensacionalista, esse livro está longe disso.

Para quem não sabe, o Jeff Sutherland é um dos criadores do Scrum e um dos caras que assinou o manifesto ágil para desenvolvimento de software. Inclusive, ele esteve aqui no Brasil há pouquíssimo tempo ministrando treinamentos sobre agile e Scrum: perdi, vacilei!!!

Foi através da leitura desse livro que eu realmente compreendi a filosofia e os fundamentos da gestão ágil e do Scrum. 

No livro, Jeff narra desde o caso altamente bem sucedido com Scrum no FBI, suas experiências com ciclos de aprendizagem na aviação de combate (ciclo OADA), além dos vários e vários cases profissionais de sucesso que ele teve com a disseminação do Scrum mundo afora.

Ciclo OADA - Aviação de Combate

Ciclo OADA – Aviação de Combate

As referências bibliográficas e teorias de comportamento de equipes e times apresentadas no livro também são excelentes.

Com o livro, realmente compreendemos os meandros por trás do Guia Scrum e do manifesto ágil. Ambos documentos são extremamente concisos, mas cheios de significados: o livro nos auxilia a compreender os porquês das coisas.

E se vale a pena? Demais. Temos obtido resultados excepcionais com a gestão ágil na Secretaria de Tecnologia do TRT Ceará. E não fica somente na TI. Tenho disseminado os princípios da gestão ágil nas áreas de negócio com o Organizador Ágil (varas do trabalho, gabinetes de desembargador, área administrativa) e a receptividade e resultados têm sido ótimos.

Sprint O Método Usado no Google Para Testar e Aplicar Novas Ideias em Apenas Cinco Dias (Sprint solve big problems and test new ideas in just five days) – Jake Knapp – 2016

Nessa excelente leitura, Jake Knapp apresenta o método Sprint, que é utilizado no Google Ventures para validar ideias e soluções para problemas organizacionais ou em projetos / Startups.

O passo a passo apresentado já foi executado em mais de uma centena de iniciativas do Google Ventures e consiste na organização dos trabalhos da Sprint em uma única semana. Isso mesmo, apenas cinco dias para validar uma ideia.

Os principais objetivos de cada dia são:

  • Segunda-feira: Mapear problema e escolher um ponto para se concentrar;
  • Terça-feira: Elencar possíveis soluções;
  • Quarta-feira: Tomar decisões (escolher a melhor solução) e transformar ideias em hipóteses que possam ser testadas;
  • Quinta-feira: Construir um protótipo realista;
  • Sexta-feira: Fazer testes do protótipo com humanos.

Uma Sprint deve envolver equipes pequenas (com até sete pessoas) e possuir um membro com o papel Definidor (pessoa com autoridade para tomar decisões) e um Facilitador (deve facilitar a Sprint e controlar o progresso).

Olha que interessante: na sala da Sprint, ninguém pode utilizar eletrônicos (a não ser que saia da sala ou que seja para a visualização de todos os participantes da equipe). Excelente técnica para manter o foco em um período tão curto!

Algoritmos para viver (Algorithms to live by) – Brian Christian – 2016

Talvez este seja o livro mais inovador da lista. Como você aprendeu algoritmos na faculdade? Uma coisa tenho certeza, o excelente Algoritmos. Teoria e Prática do Thomas Cormen estava nas referências bibliográficas. Nada contra o Cormen, ele é excelente, mas os autores do Algorithms to Live By fizeram um trabalho fenomenal: como os diversos algoritmos que aprendemos nas disciplinas teóricas podem ser aplicados em situações do dia a dia ?

Alguns tópicos abordados no livro:

  • Imagine que você deseja comprar um apartamento. Quando você deve parar de pesquisar e decidir por um específico ?
  • Estacionar o carro na vaga mais difícil ou dirigir um pouco mais em busca de uma melhor?
  • Qual a melhor maneira para organizar seus objetos pessoais ou guarda-roupas?
  • Resolver primeiro os problemas mais difíceis ou os mais rápidos?
  • Como utilizar a probabilidade e estatística para resolver problemas do dia a dia?

Pensei que fosse uma leitura chata, mas passa longe disso. Os autores são divertidos, o livro acaba sendo uma super revisão de vários conceitos teóricos e algoritmos “tradicionais” com uma roupagem totalmente nova e inovadora: problema da parada, ordenações, buscas, alocação de memória, algoritmos de roteamento, probabilísticos e muito mais.

Se deveria ser uma leitura obrigatória para professores de disciplinas teóricas? Não tenho dúvidas. Como instrutor,  me chamou atenção como é possível transmitir conhecimentos complexos (e às vezes considerados chatos por alguns profissionais) com leveza e exemplos práticos. Como menção honrosa, uma leitura extremamente recomendada para professores e instrutores é o excelente Ted Talks. O Guia Oficial do Ted Para Falar em Público.

E se você acha que aprender algoritmos é uma besteira, reveja seus conceitos: empresas de ponta, fundamentalmente, querem saber se o profissional sabe resolver problemas (e não em qual linguagem de programação ele vai fazê-lo).

Sabia que várias empresas de fora já utilizam ferramentas como HackerRank (uma plataforma para prática de algoritmos e codificação) para recrutamento ? Então, fique ligado!!

O lado difícil das situações difíceis (The hard thing about hard things) – Ben Horowitz – 2014

Talvez esse seja o livro mais biográfico da lista. Para quem não conhece, Ben Horowits já passou pela Silicon Graphics, foi um dos gerentes da Netscape e vice presidente da finada AOL (America Online). O cara também vendeu a empresa dele (Opsware) por U$1.6 bilhões de dólares para a HP e já investiu em mais de 150 empresas (incluindo Facebook, Foursquare, GitHub, Pinterest e Twitter). É mole ou quer mais?

No livro, Horowits é extremamente transparente e escancara todos os momentos de insegurança, ansiedade e dúvidas pelos quais já passou na carreira. O mais legal é que, além de expor as situações mais difíceis pelas quais ele passou e admitir os erros que cometeu, ele transmite vários conhecimentos que adquiriu quebrando a cara.

Dos cinco livros aqui citados, certamente esse é o mais pessoal, mas não deixa de ser rico em instruções para empreendedores, gestores e profissionais:

  • Como contratar funcionários ?
  • Como motivar uma equipe ?
  • Como integrar novos membros em uma equipe ?
  • Como contratar um CEO ?
  • Como escalar seu negócio ?
Conclusão

Se você aceita duas últimas dicas deste cearense metido a doido:

  • Se possível, leia fazendo destaques ou resumos: leia apenas uma vez, depois apenas consulte seus resumos.
  • 30 minutos diários de leitura fazem um destroço no ano: acredite em mim!

Em essência, além de aprender muito com os livros, o mais legal são os “estalos” e “ideias” que surgem “do nada” diante dos problemas técnicos que enfrentamos na nossa carreira. “Do nada”, né ? 😉

Inovação

Agradeço se você puder curtir e compartilhar esse artigo em suas redes sociais.

E aí, tem mais algum livro para colocar na lista ? Coloca a dica aqui nos comentários.

Assine nosso Blog por e-mail e curta nossas páginas nas redes sociais para acompanhar novas postagens.

Sabia que você também pode escrever para o Blog Eu na TI?

Em breve, mais conteúdos de qualidade para você aqui no Blog Eu na TI, o seu Blog sobre Tecnologia da Informação.

Um forte abraço e até mais.

Quer receber um material completo sobre Scrum no seu e-mail, incluindo uma apresentação com quase 300 slides?

 

Olá, sou Jonathan Maia, marido, pai, apaixonado por tecnologia, gestão e produtividade. Atuo na gestão e desenvolvimento de sistemas de informação como analista de TI do TRT Ceará (servidor público federal).

Possuo as certificações em gerenciamento de projetos Project Management Professional (PMP) e Professional Scrum Master I (PSM I), além de especialização em gerenciamento de projetos de TI (2011) e bacharelado em ciências da computação pela UFC (2008). Também sou desenvolvedor Full Stack e possuo experiência em diversas arquiteturas / plataformas.

Fui aprovado e nomeado nos concursos públicos do TJ-CE, Dataprev, Serpro e TRT Ceará, assumindo nos três últimos. Já tive experiências profissionais em redes metropolitanas de alta velocidade (GigaFOR/RNP), business intelligence, desenvolvimento de sistemas e gestão de projetos (tradicionais e ágeis).

Como adepto da gestão ágil, desenvolvi o Organizador Ágil, um método ágil, simples e leve que auxilia no aumento da produtividade e organização pessoal, familiar ou profissional. Também mantenho o Blog Eu na TI.

Comentários

  1. O kindle associado com o kindle unlimited e com os descontos maravilhosos do BookFriday ajudaram a alavancar a minha leitura.
    Os livros indicados são ótimos! Parabéns!!!
    Sugiro também os livros A Lógica do Cisne Negro e Antifrágil, ambos de Nassim Taleb

Deixe um Comentário